Contratos de serviço de internet fixa crescem no Brasil

Internet Fixa
Brasil: novos contratos de Internet Fixa

Segundo os últimos dados extraídos da Agência Nacional de Telecomunicações durante o primeiro semestre de 2020 o Brasil somou mais de 837 mil novos contratos de internet fixa.


Brasil soma novos contratos para o serviço de internet fixa

Internet Fixa

Foi contabilzado pela Anatel que ao longo do 1º semestre de 2020 o país somou 837,9 mil novos contratos para o serviço de internet fixa, totalizando a base nacional do serviço para 33,752 milhões no final do mês de junho. A quantidade de novos acessos representa um aumento de 4,2% em apenas um ano e no acumulado de 2020 um 2,5%.

De qualquer maneira a fibra óptica segue sendo o motor para o crescimento da internet fixa, até junho de 2020 foi registrado um saldo de 2,716 milhões de acessos a tecnologia o que representa um crescimento de 64,3% em apenas um ano. Em contra partida houve uma redução nos contratos nas redes cobre, essa redução representa 1,754 milhões de contratos, em uma ano houve uma queda de 28%.

As operadoras regionais fecharam o mês de junho com 11,5 milhões de acessos ativos, em porcentagem esse número representa 29,2% em um ano. O total de 7,721 milhões são operados em fibra óptica, representando um 63,7%, o número de acessos rádio soma 2,202 milhões.

Desde o ínicio do ano as grandes operadoras registram menos 430 mil contratos de banda larga, uma queda de 1,9% durante o semestre e de 4,6% no ano, levando em conta todas as tecnologias e também o xDSL. Já a base de fibra óptica ultrapassou 5 milhões de clientes entre as grandes provedoras. No final do mês de julho o serviço fechou com 5,128 milhões de contratos.

Faça o Teste de Velocidade e entenda qual a velocidade da sua internet ⚡️
SpeedTest!

Novos contratos de internet fixa das grandes operadoras

Em junho a operadora Claro fechou o mês com 9,750 milhões de acessos ativos, foi registrado durante o 1º semestre 172 mil novos contratos, a base total do ano representa uma alta de 2,3%. Esse número é relativamente baixo para a Claro, pois a base de fibra óptica da operadora cresceu um 123,3% em um ano, sendo que em 2020 foram adiconados 106,9 mil novos contratos.

Já a Vivo, fechou o mês de junho com 6,669 milhões de clientes, para a operadora esse saldo é negativo chegando a 354,4 mil contratos e reduziu a base em um ano. A base de fibra óptica somou 2,975 milhões de acessos. O resultado final da Vivo é que os números da tecnologia aumentou em 30%.

A operadora Oi somou 4,981 milhões de acessos no final de junho, o que significa que a prestadora teve um um saldo negativo durante os primeiros 6 meses do ano chegando a totalizar 274,7 mil em números de acessos, em relação a fibra óptica houve um crescimento de 172% em um ano. Durante o 1º semestre de 2020 a Oi registrou 604,3 mil acessos ativos.

Bem como os acessos em fibra óptica, os contratos de internet fixa com velocidades superiores a 34Mbps seguem crescendo, no mês de junho chegou a somar mais de 16,821 milhões de clientes ou 49,8% do total de acessos ativos no Brasil. No geral o nível de serviço cresceu 57,6% em um ano.

Quer melhorar o seu plano de Internet e economizar? Podemos te ajudar!
Te ligamos grátis
Atualizado