Lançamento WhatsApp Pay | Entenda a integração com o PIX

Integração PIX no WhatsApp Pay
WhatsApp Pay integra PIX

O Banco Central deve autorizar o lançamento do WhatsApp Pay ainda no primeiro semestre de 2021, que possivelmente terá integração com o Pix, novo sistema de pagamentos instantâneos. Além da integração com o PIX, o WhatsApp Pay vai oferecer tranferências entre os usuários através do aplicativo e também outras opções de pagamento. Confira todas as novidades sobre o WhatsApp Pay!


Quer melhorar o pacote contratado com a sua operadora e economizar? Podemos te ajudar!
Te ligamos grátis 😉

Integração do Pix no WhatsApp Pay

O WhatsApp Pay certamente é uma das maiores revoluções que fomos capazes de ver nos últimos tempos. A plataforma, que antes se limitava a intermediar trocas de mensagens instantâneas, havia enfrentado obstáculos legais no Brasil para conseguir entrar no mercado de pagamentos, mas agora, beira o recebimento de uma autorização do Banco Central para funcionar com o PIX.

Entre idas e vindas, esse é o mais próximo que já estivemos de conquistar o WhatsApp Pay. Aparentemente, o cenário otimista tem apontado que o WhatsApp Pay deverá estar chegando ao nosso país ainda no primeiro semestre de 2021.

🔒 O Pix é seguro? Confira tudo sobre o Novo Sistema de Pagamentos Instantâneos
O Pix é Seguro?

Um caminho que está chegando ao fim

A ideia inicial do WhatsApp de lançar a base de trocas financeiras, tinha por prazo o segundo semestre do ano passado. Em junho de 2020, foram emitidos até anúncios de compatibilidade com cartões, tanto de crédito como de débito.

Ainda tomando por referência os anúncios veiculados no ano passado, haveria uma taxa para pagamentos destinados a comerciantes e profissionais liberais, mas essa mesma taxa não seria cobrada em trocas entre usuários comuns. De acordo com o CEO da Cielo, Paulo Caffarelli:

"Todos os requisitos solicitados pelo Banco Central às bandeiras foram atendidos. Estamos muito próximos de receber a autorização (para o WhatsApp Pay). Isso deve acontecer, pela nossa expectativa, no primeiro semestre deste ano”, disse. Questionado por Mobile Time se o WhatsApp Pay seria lançado já integrado com o Pix, o CEO da Cielo respondeu: “tudo caminha para que sim"

Brasil é um dos primeiros países a receber o serviço

Integração Pix no Whatsapp Pay

Sim, o Brasil seria o primeiro país do mundo a receber o WhatsApp Pay. Mesmo que a Índia tenha alcançado a liberação antes, caso consigamos a liberação e integração do PIX, ainda seremos um dos primeiros países a começar a usar a plataforma. O Banco Central, em 2020, negou o pedido e proibiu o lançamento do recurso de pagamentos por falta de informações a respeito do funcionamento da plataforma.

A motivação do Banco Central, portanto, é de que precisamos criar um ambiente adequado e competitivo para todas as partes, e que assegure um sistema de pagamentos interoperável, aberto, barato, transparente e seguro.

Hoje, a Índia já tem o WhatsApp Pay em circulação livre, uma vez que a plataforma está em testes desde 2018. Pelos feedbacks dos usuários, o WhatsApp Pay na região tem sido muito bem aceito e útil para a população. Para acelerar o processo e garantir uma boa vinculação do WhatsApp Pay com os usuários, empresas como o Nubank e o Banco do Brasil se anunciaram como possíveis parcerias.

Porém, mesmo que o Banco Central abra as portas para que o WhatsApp goze de todos os benefícios do PIX, o aplicativo deverá se adaptar especificamente para os clientes brasileiros. A interface deverá ser feita sob medida para nosso país, uma vez que a tecnologia do PIX exige uma série de regras. O mero uso da marca PIX, vem associado a diversos requerimentos do Banco Central.

👉 Entenda como evitar problemas na hora de usar o Pix
Falhas no Pix

Movimentações instantâneas ainda mais prática

Pix no Whatsapp Pay

Se hoje, contando com o PIX, podemos ir aos aplicativos de nossos bancos fazer transferências – unir o aplicativo de mensagens instantâneas mais popular em nosso país com a mesma tecnologia torna ainda mais prático o hábito de realizar trocas financeiras.

Vale lembrar que o serviço é, oficialmente, chamado de Facebook Pay. No Brasil é conhecido como WhatsApp Pay de forma popular. Uma paulatina substituição do que conhecíamos antes.

Pouco a pouco, os serviços bancários e das trocas financeiras vão se descentralizando das mãos dos bancos, e descendo na teia dos empreendimentos. O processo de maior controle de nossas finanças está acontecendo há algum tempo, e hoje se acumula com esse advento do WhatsApp Pay, que permite que pagamentos instantâneos sejam realizados em conversas virtuais com a mesma facilidade que poderíamos entregar notas de dinheiro em conversas presenciais.

Hoje, o PIX vem servindo principalmente para transferências interbancárias, substituindo os antigos TEDs e DOCs, e suas respectivas taxas por transações. A comunidade que se cria em torno desse advento já manifesta desdobramentos antes pouco previsíveis, como por exemplo, o uso do PIX para flertes e para colaboração filantrópica em massa. Desdobrarmos esses que se tornaram apenas mais exacerbados e aumentados uma vez que o PIX encontre com o WhatsApp e as facilidades do Facebook Pay.

O que é WhatsApp Pay

O WhatsApp Pay é um recurso para realizar pagamentos através do aplicativo WhatsApp, a funcionalidade pode ser usada pelos usuários que usem contas pessoais e também se tiverem alguma conta comercial no WhatsApp Business, agora já é possível receber e enviar dinheiro através do mensageiro Facebook Pay.

Para usar o WhatsApp Pay, seja para pagamentos, enviar dinheiro ou receber o primeiro que você deve fazer é adicionar um cartão de crédito ou débito de alguma empresa que seja parceira do Facebook Pay. Neste caso não serão cobradas nenhuma taxa por fazer uma transferência, seja ela pelo Whatsapp ou pelo Facebook, porém o que pode acontecer é que podem ser cobradas tarifas de utilização de bancos.

Precisa fazer uma transferência para o exterior? Use Transferwise 🌎
TransferWise
Atualizado