Planilha de Controle Financeiro | Organizar finanças com Excel

Planinha de Controle Financeiro | Saiba como organizar a vida financeira com Excel
Planinha de Controle Financeiro | Saiba como organizar a vida financeira com Excel

Quer fazer uma planilha financeira? Aprenda a organizar a sua vida financeira com uma planinha de gastos no Excel. A seguir vamos explicar como começar uma planilha de controle financeiro para melhorar a gestão dos gastos pessoais, confira!

Planilha de Gastos e Controle Financeiro

Planilha de Gastos

A maioria das pessoas que começam a ter um renda sabe que cada vez mais é mais importante saber organizar os gastos pessoais e fazer um controle financeiro. Atualmente, existem no mercado diversas ferramentas para o controle das finanças, mas as planilhas de gastos se destacam pela acessibilidade. Além de serem gratuitas, é fácil aprender a organizar uma planilha de gastos no Excel.

Se você quer organizar melhor a sua vida financeira e não sabe como começar, saiba que as famosas planilhas do Excel podem ser de grande ajuda, já que possibilitam organizar todos os seus gastos e faturamentos em um só lugar.

Além disso, há várias outras maneiras de organizar a vida financeira, com ou sem o auxílio do Excel. Nesse artigo, vamos compartilhar algumas dicas de educação financeira, confira! Para começar, anote as seguintes orientações:

  • Faça um orçamento pessoal;
  • Faça uma reserva de emergência;
  • Antes de fazer novas dívidas, pague a si mesmo;
  • Faça gráficos para acompanhar melhor a sua vida financeira;
  • Crie um quadro com as datas de pagamento de boletos.

Como fazer planilha de gastos?

Se você chegou até aqui, certamente está querendo mudar a forma como lida com o seu dinheiro. Por isso, vamos explicar como fazer uma planilha de gastos que vai te ajudar a visualizar a sua situação financeira. Confira!

  • Abra uma planilha do Excel e liste em uma coluna os seus gastos fixos e variáveis mensais.
  • Inclua no final da lista o seu salário líquido para que você possa visualizar quanto sobra quando as contas são descontadas.
  • Acrescente no lado direito da planilha o valor mínimo e máximo que você pode gastar com cada despesa.
  • Use a fórmula do Excel para somar automaticamente os valores de cada categoria e mês.
  • Aproveite para acrescentar uma coluna com as datas de vencimento das contas fixas para evitar atrasos, multas e juros.
  • Planeje os seus objetivos financeiros e estabeleça metas de gastos semanais e mensais.
  • Depois de mapear e organizar os seus gastos, lembre-se de continuar monitorando a tabela semanalmente para entender quais comportamentos devem mudar para que você alcance os seus objetivos.

Dicas de Educação Financeira

Investimento | Qual banco digital rende mais?
Saiba mais

Aproveite para ler a seguir algumas dicas que vão te ajudar a mudar alguns hábitos de consumo para alcançar os seus objetivos financeiros. Sem dúvidas, aplicando algumas ou todas as dicas no seu dia a dia junto com a planilha de controle financeiro, você vai conseguir melhorar a gestão dos seus gastos.

Orçamento pessoal

Quando falamos em organizar a nossa vida financeira, uma coisa é fundamental: fazer um orçamento pessoal. Saber quanto de dinheiro entra e, principalmente, quanto de dinheiro sai no decorrer do mês é o principal para uma vida financeira saudável.

Na hora de fazer o seu orçamento, é necessário estar atento a alguns pontos, como fazer um bom fluxo de caixa, determinar objetivos e buscar o corte de gastos desnecessários.

Fluxo de caixa

Assim como em uma empresa, o fluxo de caixa é essencial também na gestão dos gastos pessoais. Por mais que os custos de água e luz não sejam fixos, faça uma média dos seus valores. Isso ajuda na previsibilidade dos seus gastos no final do mês.

Crie também uma tabela com todas as suas entradas de dinheiro e então faça os cálculos para saber se você tem condições de arcar com todos os seus custos. Há muitas funções financeiras no Excel que podem ser excelentes nessa hora e vão ajudar a economizar muito tempo. Conheça 10 apps de controle financeiro!

Objetivos financeiros

Determine objetivos financeiros e tente adaptar o seu orçamento dentro deles, pois assim você se sentirá mais motivado para manter as finanças nos trilhos.

Por exemplo: “quero juntar 8 mil reais até o final do ano para poder levar a minha família para a praia. Para isso, preciso diminuir meus gastos em R$ 670 por mês”. Ao determinar objetivos, evitamos “economizar apenas por economizar” e, portanto, nos esforçamos mais para evitar gastos desnecessários.

Corte de gastos

O primeiro passo para isso é fazer uma lista de tudo o que você usa no seu dia a dia. Com isso, aquela sua assinatura de serviço de streaming que não é usada há meses provavelmente será “descoberta” e você poderá cancelá-la.

Atente-se também aos pequenos gastos diários. Talvez, o seu café diário possa ser substituído por outro menos famoso ou você consiga encontrar uma alternativa mais barata para o restaurante que você almoça.

Por fim, busque sempre pagar os seus boletos em dia sempre que possível. O dinheiro pago em juros por atrasar o pagamento de alguma parcela é certamente um dos gastos extras mais desnecessários dentro do orçamento de qualquer pessoa.

Reserva de emergência

Reserva de emergência

Um bom planejamento estratégico pessoal começa por uma reserva de emergência robusta.

A reserva de emergência é um fundo de dinheiro para ser usado quando algum imprevisto ocorrer, seja por questões de saúde, seja por uma eventual demissão.

O intuito de se fazer uma reserva de emergência é garantir maior segurança financeira independentemente do cenário. Assim, você poderá ter maior controle sobre a sua vida financeira e evitar algumas dificuldades.

Uma boa reserva de emergência deve cobrir de seis a 12 meses das suas despesas mensais fixas, como aluguel, água, luz, supermercado e internet. Para que isso seja possível, não há outro caminho além de seguir um passo que já citamos aqui: cortar gastos desnecessários.

Ao cortarmos aqueles gastos que não são essenciais para as nossas vidas, provavelmente conseguiremos um superávit financeiro ao final do mês. Esse dinheiro pode ser depositado em uma CDB com liquidez diária, por exemplo, para construir a nossa reserva de emergência.

Além de ser uma boa maneira de juntar uma significativa quantia de dinheiro, uma reserva de emergência pode trazer uma grande melhora na sua qualidade de vida, pois vai diminuir a preocupação com situações que você não pode controlar, como crises econômicas.

Novas dívidas

É muito importante pagar a si mesmo antes de fazer novas dívidas. Além de ter maior controle sobre a vida financeira, esse pilar está intimamente ligado aos seus objetivos. Sendo assim, para que seja mais fácil atingir as suas metas financeiras e conseguir a tão desejada viagem com a sua família, talvez você precise mudar alguns hábitos financeiros.

Além disso, fica muito mais fácil economizar dinheiro se você fizer isso antes de gastá-lo. Eu sei que isso parece confuso, mas posso explicar melhor.

Antes de sair comprando novas coisas, a primeira atitude que você deve ter com os seus rendimentos é já guardar uma quantia (que no caso da viagem à praia, por exemplo, era de 670 reais por mês). A partir daí, você adequa o seu orçamento ao que restou do seu salário.

Mas tome cuidado para não deixar nenhuma conta antiga atrasar. Lembre-se que pagar juros é um custo desnecessário que deve ser cortado.

Gráfico de controle financeiro

Algumas pessoas têm maior facilidade de entender os gastos dados a partir de gráficos, pois assim eles ficam mais organizados. Além de nos informar visualmente sobre as nossas finanças pessoais, os gráficos, junto com a planilha de gastos, podem nos ajudar a perceber sazonalidades nos nossos padrões de consumo, o que nos dá uma maior sensação de controle sobre a nossa vida financeira.

Caso você já tenha uma certa intimidade com o Excel, pode até mesmo desenvolver um dashboard que lhe mostre todas as informações sobre gastos e recebimentos. Desse modo, você terá uma panilha com todo o fluxo de caixa em um único lugar.

Qual é o melhor cartão de crédito sem anuidade?
Veja aqui

Oganização financeira

Uma outra ótima dica de gestão financeira é criar um quadro com as datas de pagamento de boletos. Um dos maiores motivos pelos quais as pessoas acabam perdendo o controle da sua vida financeira é a desorganização com as datas de pagamento. Não é muito difícil se perder em meio a uma grande quantidade de boletos e acabar esquecendo de pagar algum. Pior ainda é quando achamos que “magicamente” surgiu um dinheiro a mais no nosso bolso, mas na verdade apenas esquecemos de pagar alguma dívida.

Para evitar dívidas e acabar assumindo gastos que você não teria feito, caso tivesse um controle melhor sobre as suas contas, você pode criar todos os meses um quadro com as datas de pagamento dos seus boletos.

Como evitar o atraso de contas?

A dica é criar dentro da planilha de gastos do Excel algo muito parecido com o Kanban, uma ferramenta muito útil no gerenciamento de projetos e que, basicamente, conta com três colunas de prioridade. Como o intuito é organizar a sua vida financeira, essas colunas podem ser algo como: “contas que vencem em mais de 15 dias”, “contas que vencem nesta semana” e “contas já pagas”.

Coloque também o nome da empresa ou uma descrição das suas dívidas junto do valor de cada uma. Assim, você terá um controle visual de todas as suas contas do mês que já estão pagas, as que vencem em poucos dias e aquelas que ainda têm um prazo um pouco maior para o pagamento, evitando que você esqueça de alguma.

Selectra Seguros

Saiba mais sobre Finanças na Selectra!
Informações e dicas sobre investimento e finanças de um jeito simples para você!

Aproveite para ler outros artigos sobre finanças, investimentos e empréstimos!

Atualizado